<SPORTAGE É “SUV ZERO-PROBLEMAS” EM ENSAIO DA REVISTA ALEMÃ AUTO MOTOR UND SPORT | Kia Portugal

SPORTAGE É “SUV ZERO-PROBLEMAS” EM ENSAIO DA REVISTA ALEMÃ AUTO MOTOR UND SPORT

SPORTAGE É “SUV ZERO-PROBLEMAS” EM ENSAIO DA REVISTA ALEMÃ AUTO MOTOR UND SPORT

O Kia Sportage alcançou um feito inédito ao tornar-se o primeiro da sua categoria a terminar um ensaio de longa duração da revista Auto Motor und Sport sem o registo de qualquer problema.

Após mais de 100 000 km rodados nas mais diversas situações e com vários condutores, a equipa desta publicação de referência conclui, num artigo intitulado “O SUV Zero-problemas”: “O KIA Sportage 2.0 CRDI 4WD passou totalmente despercebido no que diz respeito a defeitos. Então como é que ele vai ficar registado na nossa memória? Como um companheiro fiável que nunca nos deixa ficar mal e, mais importante, que não provoca problemas.”

Editada na Alemanha desde 1946 e referência mundial no panorama das revistas especializadas, a Auto Motor und Sport realiza permanentemente ensaios independentes de Longa Duração a variados modelos, nas mais diversas categorias. O carro escolhido para este teste, um Sportage da terceira geração (anterior à que está em comercialização desde Janeiro) completou 100 mil km sem o registo de qualquer falha, o que é algo inédito na história desta publicação de referência do setor automóvel. “Não se verificaram falhas neste KIA, pelo que este índice zero de problemas o coloca na liderança da sua classe, à frente do Skoda Yeti ou do Audi Q5”, explica a AMS.

“O nosso KIA branco percorreu exatamente 100 107 km e gastou 9438 litros de combustível e cinco litros de óleo do motor. E mais? Bom, mais nada. OK, quase nada, se excetuarmos um jogo de escovas do limpa para-brisas e o desgaste nos dois jogos de pneus, um de Verão e outro de Inverno”, comenta ainda a equipa editorial da revista alemã.

A redação da AMS assinala que as pastilhas de travão dianteiras foram substituídas nas três revisões (a cada 30 mil km), pelo que, atendendo a este padrão, um dos pontos de melhoria seria a presença de uma luz indicadora do desgaste das pastilhas. “Quanto ao sistema de travagem, pouco mais existe que seja merecedor de reparo, com um comportamento muito satisfatório”, sublinha a equipa de testes.

O motor 2.0 CRDI impressionou pela suavidade evidenciada. Apesar de consumos que a AMS considera apenas como “moderadamente eficientes” - a que não será alheio o facto de este ser um 2 litros com sistema de tração integral – é destacada a condução agradável e calma. A alusão à performance por parte da equipa alemã de testes é evidente, considerando que este não é o objetivo fundamental da versão Sportage em ensaio: “Muitos dos condutores neste teste olharam para esta particularidade como uma preferência específica da KIA, ou seja, um carro que encoraja um estilo de condução suave e tranquilo”.

“Mas o motor agradável não é a única razão pela qual este Kia parece ter sido feito para longas viagens. O sistema de infotainment, simples e fácil de utilizar, também desempenhou um papel importante. Selecionar estações de rádio, introduzir destinos no sistema de navegação ou tarefas que noutros carros se tornam complexas, são aqui desempenhadas de forma rápida e eficiente”, refere a Auto Motor und Sport.

“Controlos bem identificados, painel de instrumentos analógico e bem legível, comandos de ar condicionado fáceis, a par de menus de navegação intuitivos, conexão Bluetooth sem problemas e reconhecimento imediato do leitor de MP3 – óptimo” – comenta um dos editores da revista que ensaiou o Sportage.

Consulte o artigo original aqui.

 


Voltar ao Topo